Comunicado da Casa Geral da Fraternidade São Pio X

A Fraternidade São Pio X tomou conhecimento do repentino anúncio da renúncia do Papa Bento XVI, que se efetivará na noite de 28 de fevereiro de 2013. Apesar das divergências doutrinais manifestadas novamente por ocasião das discussões teológicas realizadas entre 2009 e 2011, a Fraternidade São Pio X não esquece que o Santo Padre teve a coragem de recordar que a missa tradicional nunca tinha sido abrogada e de suprimir os efeitos das sanções canônicas lançadas contra seus bispos depois das sagrações de 1988.
Ela não ignora a oposição que essas decisões suscitaram, obrigando o papa a se justificar perante dos bispos do mundo inteiro. Ela lhe expressa sua gratidão pela fortaleza e constância que manifestou a seu respeito em meio de circunstâncias tão difíceis e lhe assegura suas orações para o tempo que ele deseja dedicar de agora em diante ao recolhimento.
Seguindo o seu fundador, Dom Marcel Lefebvre, a Fraternidade São Pio X reafirma sua adesão à Roma eterna, Mãe e Mestra da Verdade, e à Sé de Pedro. Reafirma seu desejo de aportar sua contribuição, na medida de seus meios, para resolver a grave crise que sacode a Igreja. Ela reza para que, sob a inspiração do Espírito Santo, os cardeais do próximo conclave elejam o papa que, segundo a vontade de Deus, trabalhará pela restauração de todas as coisas em Cristo (Ef. 1,10).

Menzingen, 11 de fevereiro de 2013,
na festa de Nossa Senhora de Lourdes