Comunicados do R.P. Bouchacourt

+ 23 de janeiro de 2013

Na sequência do anuncio da vinda dos Padres Pfeiffer e Hewko ao Brasil, pelo presente comunicado quero precisar que estes Padres não fazem mais parte da FSSPX e, portanto, não podem usar do nome da mesma FSSPX nem para organizar cerimônias, nem para solicitar a generosidade dos fiéis. As atividades organizadas pela FSSPX são anunciadas seja pelo Site oficial do distrito da América do Sul, seja pelo site do Priorado de São Paulo.

Que Deus vos abençoe em Nosso Senhor Jesus Cristo e Nossa Senhora.

Padre Bouchacourt


 

+ Martinez, 7 de janeiro de 2013

Na sequência das graves calúnias difundidas por blogs e sites acostumados a isso, afirmo que a FSSPX não tem nenhuma relação com a comunidade anglicana por eles mencionada. O Superior da dita comunidade, que sem convite especial da nossa parte se achou presente na assembleia dos fieis no dia da benção da primeira pedra da igreja do Priorado de São Paulo (24 de Outubro de 2009), manifestou o seu desejo de encontrar Dom Fellay e que uma foto dele com o bispo fosse tirada. Algumas palavras amistosas foram trocadas. A conversa durou menos de dez minutos. A foto foi enviada alguns dias depois. Como esta comunidade anglicana se encontra fora da Igreja católica, é evidente que nenhuma colaboração foi considerada com ela, nem presente nem futura, por causa da sua situação fora do catolicismo.

Apenas podemos condenar os autores das insinuações caluniosas que o SPES e os seus acólitos difundem.

Convido os autores destas calúnias a ler o capítulo 3 de São Tiago. Que Deus os perdoe por este grave ataque contra a verdade e contra a reputação alheia.

Pe. Bouchacourt 

 


 

São Tiago, cap. III:

“Meus irmãos, não haja muitos entre vós a se arvorar em mestres; sabeis que seremos julgados mais severamente, porque todos nós caímos em muitos pontos. Se alguém não cair por palavra, este é um homem perfeito, capaz de refrear todo o seu corpo.

Quando pomos o freio na boca dos cavalos, para que nos obedeçam, governamos também todo o seu corpo. Vede também os navios: por grandes que sejam e embora agitados por ventos impetuosos, são governados com um pequeno leme à vontade do piloto. Assim também a língua é um pequeno membro, mas pode gloriar-se de grandes coisas. Considerai como uma pequena chama pode incendiar uma grande floresta!
Também a língua é um fogo, um mundo de iniqüidade. A língua está entre os nossos membros e contamina todo o corpo; e sendo inflamada pelo inferno, incendeia o curso da nossa vida.
Todas as espécies de feras selvagens, de aves, de répteis e de peixes do mar se domam e têm sido domadas pela espécie humana. A língua, porém, nenhum homem a pode domar. É um mal irrequieto, cheia de veneno mortífero. Com ela bendizemos o Senhor, nosso Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus. De uma mesma boca procede a bênção e a maldição. Não convém, meus irmãos, que seja assim.
Porventura lança uma fonte por uma mesma bica água doce e água amargosa? Acaso, meus irmãos, pode a figueira dar azeitonas ou a videira dar figos? Do mesmo modo a fonte de água salobra não pode dar água doce.
Quem dentre vós é sábio e inteligente? Mostre com um bom proceder as suas obras repassadas de doçura e de sabedoria. Mas, se tendes no coração um ciúme amargo e gosto pelas contendas, não vos glorieis, nem mintais contra a verdade. Esta não é a sabedoria que vem do alto, mas é uma sabedoria terrena, humana, diabólica. Onde houver ciúme e contenda, ali há também perturbação e toda espécie de vícios. A sabedoria, porém, que vem de cima, é primeiramente pura, depois pacífica, condescendente, conciliadora, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade, nem fingimento. O fruto da justiça semeia-se na paz para aqueles que praticam a paz.”