Estatutos da Ordem Terceira de São Pio X

Finalidade da fundação da Ordem Terceira        A santificação pessoal e das pessoas que estão sob a responsabilidade dos membros da Ordem Terceira.   Patrono da Ordem Terceira: o Papa São Pio X        Buscar a santificação hoje é algo que se realiza em um mundo que se opõe através de erros e de heresias sutis, introduzidos em todos os meios católicos sob o nome de modernismo.        Ora, o Papa São Pio X foi beatificado precisamente por ter denunciado corajosamente esses erros modernos e ter dado exemplo de...

leia mais

Declaração sobre a Missa nova e o Papa

No transcurso destes dez anos tive a ocasião de responder muitas vezes a perguntas que são muito graves. Sempre me esforcei por permanecer dentro do espírito da Igreja, conforme aos seus princípios teológicos que expressam a sua fé e a sua prudência pastoral, manifestados dentro da teologia e através da experiência da sua história. Creio poder dizer que não mudei de opinião sobre estes temas e que felizmente este pensamento é o da grande maioria dos padres e fiéis aderidos à Tradição infalível da Igreja. Certamente estas...

leia mais

Carta de Dom Lefebvre ao Cardeal Ottaviani sobre o perigo que corriam certas verdades fundamentais de nossa fé depois do Concílio Vaticano II

“Um ano depois do Concilio, a fé de numerosos fiéis estava de tal maneira abalada que o cardeal Ottaviani pediu a todos os bispos do mundo e aos superiores gerais de ordens e congregações para responderem a uma pesquisa sobre o perigo que corria certas verdades fundamentais de nossa fé. Parece-me oportuno publicar agora a resposta que lhe enviei como superior geral da Congregação do Espírito Santo e do Santo Coração de Maria.”       Roma, 20 de dezembro de 1966.   Eminência reverendíssima,   Vossa carta...

leia mais

Carta aberta ao Papa e o Manifesto Episcopal

21/11/1983 Beatíssimo Padre Permita-nos Vossa Santidade que, com filial franqueza, Lhe apresentemos as reflexões que seguem. A situação da Igreja é tal, há uns vinte anos, que semelha uma cidade ocupada. Milhares de sacerdotes e milhões de fiéis acham-se num estado de angústia e de perplexidade, motivado pela “auto-destruição” da Igreja: os erros contidos em documentos do Concílio Vaticano II, as reformas pós-conciliares, especialmente a Reforma Litúrgica, as falsas concepções difundidas por documentos oficiais, os abusos...

leia mais

Para continuar sendo católico teria que se tornar protestante?

“Vae mihi si non evangelizavero” 1 Cor IX, 16 Sem referir-nos às via inesperadas nas quais se viram os Padres do Concílio ao se tratar de certos esquemas desenraizados do Magistério da Igreja pretendemos nas páginas que se seguem fazermos eco daquela palavra que os Padres do Concílio não poderiam se esquecer: Caveamus! (cuidemo-nos). Cuidemo-nos de que nos influencie um espírito absolutamente inconciliável com o que os Pontífices romanos e os precedentes Concílios se esforçaram incansavelmente por difundir entre os...

leia mais

O dever da desobediência

Tendo o Reitor do Seminário de Ecône, Padre Lorans, pedido que eu colaborasse na redação deste número da “Lettre aux Anciens”, pareceu-me útil relembrar o que escrevi em 20 de janeiro de 1978 sobre algumas objeções que nos fizeram, relativas à nossa atitude face aos problemas que a atual situação da Igreja levanta. Uma das perguntas era: Como o senhor concebe a obediência ao Papa? Eis a resposta dada há dez anos: Os princípios que determinam a obediência são conhecidos e são tão conformes com a razão e com o senso comum,...

leia mais